5 youtubers maravilhosas que você precisa conhecer

Se você, assim como eu, ficou sabendo da existência de youtubers por causa de pessoas como Felipe Neto, Kéfera e PC Siqueira, deve ter tido uma má primeira impressão. Eu, pelo menos, tive. Achei que youtubers eram pessoas que forçavam a barra para parecerem engraçadas e gritavam para provar que estavam certos sobre determinado assunto. Por isso, nunca me dei ao trabalho de assistir algo no YouTube que não fosse clipe de música ou show.

Anos se passaram e eu me deparei com aquele vídeo da Jout Jout que bombou, não tira o batom vermelho. Foi aí que eu percebi que existe, sim, gente legal no YouTube (não que os citados anteriormente não sejam legais… Eles são, mas pra um outro público, muito diferente de mim). Só que como os que estão mais em ~evidência na mídia são os voltados para um público juvenil, decidi separar alguns canais que eu gosto muito para indicar para vocês!

Marília Gabriela

Sim, a Marília Gabriela agora tem um canal no YouTube e é sensacional demais! Ainda é no formato de programa de entrevistas com pessoas muito interessantes, como a Jout Jout, a Bia Granja, o Facundo Guerra… A cada vídeo eu aprendo alguma coisa nova, é muito bom! Indico para quem não curte muito o formato de vlog, já que o canal é bem profissional e parece mesmo com um programa de TV, só que mais curto.

Liliane Prata 

Conheci a Liliane Prata faz pelo menos uns 10 anos – ela tinha uma coluna na Capricho e escreveu um romance chamado O Diário de Débora, que eu amava. Além de jornalista, ela é filósofa e atualmente é editora da revista Claudia. No canal, a Lili Prata fala principalmente sobre comportamento humano – amor, sexo, relacionamento, amizade, autoconhecimento, movimentos sociais e mais uma porrada de coisas que me fazem refletir. É quase como uma sessão de terapia! A voz dela é super zen e me acalma muito nos momentos de estresse do dia-a-dia.

Hel Mother

Eu não sou mãe, não tenho a menor vontade de ser mãe, mas estou apaixonada por esse canal que fala principalmente sobre… Maternidade ¯\_(ツ)_/¯ A Helen Ramos fala sobre tudo sem tabus e de forma muito engraçada! Recomendo principalmente para as mães, mas qualquer pessoa pode tirar muito proveito  do conteúdo – eu já aprendi muita coisa nova e percebi algumas coisas que eu fazia ou falava pra mães que era meio babaca. Sempre bom praticar a empatia, né?

Conto em Canto 

Conheci a Iara porque ela fez pós com dois amigos meus e me apaixonei pelo canal dela! Ela faz tudo bonitinho: cenário, edição, é tudo muito bem feito e o conteúdo não deixa a desejar. Ela fala principalmente sobre literatura, então é ótimo para pegar umas dicas de livros e autores!

PS: acabei fazendo uma lista só com mulheres, mas para quem curte literatura eu também indico o Livrada!, do Yuri. Ele tem uma pegada mais ~cult que a Iara, mas ambos são muito bons.

Olivices Olivices 

A Olivia é pra quem gosta de pessoas tipo a Jout Jout: ela fala um pouco sobre tudo, às vezes ela não fala nada com coisa nenhuma, mas o carisma dela encanta qualquer um! O canal dela ainda é razoavelmente pequeno, mas tem vídeos novos sempre e assisto sempre que preciso relaxar um pouco e rir.

E vocês, já se renderam aos youtubers ou ainda acham que é coisa de adolescente? Recomendam algum canal? Contem pra gente nos comentários!

5 razões para comprar um e-reader

Antes de começar a lista, gostaria de deixar bem claro que até pouco tempo atrás não existia alguém mais avessa aos e-readers do que eu. Nunca tive vontade de comprar, minha irmã tinha um e eu sempre torci o nariz pra ele. Adoro estantes bonitas cheias de livros, adoro as capas, o cheiro de livro novo, a textura das folhas, os detalhes da diagramação… O conteúdo é o mais importante, claro, mas todos os detalhes dos livros impressos são mágicos para quem curte ler.

Comecei a considerar um e-reader depois que me mudei para um apartamento muito pequeno, já que deixei boa parte do meu acervo com a minha irmã e aqui os poucos livros que eu tenho já estão começando a ocupar espaço demais. Para me informar, fui  conversar com pessoas que possuem e-readers e percebi que mesmo as que são apaixonadas por livros viraram apaixonadas pelos seus kindles, kobos e afins.

unnamed-2

Na última semana, peguei emprestado o Kindle de uma amiga minha e, em poucos dias, já consegui amar todas as vantagens! Vou listá-las aqui para quem, assim como eu, não coloca muita fé em ler numa tela:

Dá pra ler com uma só mão

Isso faz muita diferença quando você tá com vontade de ler um livro durante o almoço, tomando um café ou realizando qualquer outra atividade que ocupe uma das mãos. Com a outra, é completamente possível segurar o e-reader e mudar de página.

É muito leve

E isso faz toda a diferença para quem viaja com frequência ou simplesmente gosta de sempre ter um livro na bolsa ou mochila. Já aconteceu muitas vezes de eu ler menos porque não queria carregar o peso do livro na bolsa e agora os problemas acabaram!

Você vai ler mais!

A mesma amiga que me emprestou o Kindle comentou de uma pesquisa que fala que leitores de e-readers leem mais. Não consegui encontrar a pesquisa para deixar o link aqui, mas percebi na prática que estou lendo bastante! Afinal, posso carregar ele para qualquer lugar e ler ao invés de ficar vendo o que vocês estão fazendo no Instagram.

Ocupa pouco espaço

Quando eu for muito rica, quero ter uma biblioteca enorme cheia de livros. Enquanto isso não acontece, preciso ser realista e admitir que no meu apartamento de um quarto é difícil guardar o acervo que eu gostaria de ter. Poderia até comprar os livros e doar logo depois de ler, mas isso exige uma organização que eu não tenho.

Acervo infinito e instantâneo

Gente, pirataria é feio, mas enquanto eu não tenho um Kindle Unlimited pra chamar de meu eu estou baixando livros e é muito fácil, sério! No site lelivros.online tem um acervo gigantesco e é possível baixar e colocar no e-reader em menos de cinco minutos! Para quem não curte pirataria, uma ótima opção é o Kindle Unlimited, que custa R$19,90 por mês. Fiz as contas e dá pra ter Netflix, Spotify e Kindle Unlimited gastando uns 60 reais por mês… Considerando que todos os serviços são ilimitados, acho bem justo.

Contem pra mim nos comentários sobre a experiência de vocês com e-readers e vamos trocar informações sobre o assunto! 🙂

 

 

Dica de app: Patternator

Não sei vocês, mas eu sou a louca dos papéis de parede no celular. Fico com um até enjoar e isso geralmente leva uns 15 dias só.

Geralmente procuro imagens em sites como o We Heart It, Pinterest ou Tumblr, mas recentemente descobri um aplicativo que além de poupar tempo de busca, é divertido. 

Com o Patternator você mesmo cria o seu papel de parede personalizando as imagens, cores e a disposição das figuras. Porém, ele obedece a um padrão: imagens repetidas. Veja alguns exemplos:

   
    
    
   
O próprio app oferece muitas imagens divertidas e fofinhas, mas você pode subir qual você quiser. Para um melhor resultado, prefira usar figuras em PNG. 
O app é gratuito e salva as imagens com uma marca d’água que (pelo menos no meu celular) nem aparece na tela. Mas quem quiser pode optar para a versão premium e não se preocupar com esse detalhe.

O Patternator está disponível somente para iOS. 🙁 

Facebook: /anatalierosa
Twitter: /natalierosa
Instagram: natalie.rosa